Thursday Feb 03, 2022

Camaleão Pantera

Camaleão Pantera são répteis coloridos nativos de Madagáscar. Estes répteis são animais de estimação exóticos populares porque são uma das espécies mais coloridas de camaleões. São geralmente relativamente dóceis, mas o seu manuseamento diário pode causar um stress excessivo. Na natureza, no entanto, são conhecidos pelas suas fortes e coloridas manifestações de agressão quando ameaçados. Continue lendo para saber mais sobre o camaleão pantera.

Descrição do Camaleão Pantera

Estes lagartos podem ser bastante longos, e não é raro que os espécimes cheguem aos 20. em comprimento. Esta espécie é sexualmente dimórfica, o que lhe permite distinguir facilmente entre machos e fêmeas. As fêmeas são aproximadamente metade do tamanho dos machos, e mais baço na coloração.

A localização regional do indivíduo ditará sua coloração, que varia de azul brilhante, laranja, vermelho, e verde. Dentro da sua coloração de base eles têm uma grande variedade de manchas, faixas e padrões que exibem.

Informações interessantes sobre o Camaleão Pantera

Estas criaturas incrivelmente coloridas intrigam os humanos com quem interagem. Como todos os camaleões, eles têm uma série de adaptações incríveis que os distinguem dos outros répteis.

  • Dedos-Tong – Os camaleões têm pés formados de forma única que os ajudam a agarrar os ramos em que sobem. Os dedos dos pés são fundidos entre si, com dois dedos no exterior do pé e três dedos no interior do pé. Isto dá-lhes uma aparência única, que se assemelha incrivelmente a um par de pinças!
  • Caudas altas – Outra óptima maneira de evitar cair da sua árvore é ter uma “mão” extra para se segurar. Para além dos seus quatro pares de pés em forma de pinça, esta espécie de lagarto tem uma cauda preênsil. Isso significa que eles podem usar sua cauda para enrolar e segurar galhos.
  • Coloração Criativa – Ao invés de usar suas impressionantes habilidades de mudança de cor para combinar com as árvores, estes camaleões usam sua habilidade de mudar de cor para algo completamente diferente. Os machos usam suas cores brilhantes para ofuscar e intimidar os machos rivais.
  • Traduções – Outras cores também mostram diferentes humores ou emoções. Quando os animais são verdes, eles são calmos e relaxados. O amarelo e vermelho indicam agressividade, enquanto o azul indica uma tentativa de impressionar. Cores mais claras sinalizam uma vontade de acasalar, e marrom ou preto sinaliza uma falta de vontade de acasalar.

Habitat of the Panther Chameleon

Esta espécie é nativa de uma região muito restrita de Madagascar, e vive apenas em uma pequena variedade de habitats. Devem ter vegetação para sobreviver, pois são arborícolas, o que significa que vivem nas árvores e não no solo.

O seu habitat natural são as florestas tropicais costeiras dentro das regiões norte de Madagáscar. Em cativeiro, replicar as condições que eles experimentam na natureza irá garantir um animal de estimação saudável.

Distribuição do Camaleão Pantera

Estes camaleões têm uma gama de habitat muito restrita. São endémicos apenas da ilha de Madagáscar, e dentro da ilha estão localizados apenas ao longo da costa norte – especificamente na ponta norte de Madagáscar, e ao longo da costa nordeste. Fora de Madagáscar procuram-nos em lares do mundo inteiro como animais de estimação, e como espécies invasoras na Reunião e Maurícia.

Diet do Camaleão Pantera

Camaleões Pantera são insectívoros, o que significa que a sua dieta consiste principalmente de insectos. Eles têm uma visão incrivelmente precisa, e usam essa visão para detectar pequenos insetos a distâncias de até 30 pés. essas criaturas usam suas línguas incrivelmente longas como fundas. A língua apresenta uma ventosa e uma camada de muco na ponta, que captura efetivamente os insetos e os traz de volta à boca do lagarto.

Camaleão Pantera e Interação Humana

Estes répteis são animais de estimação exóticos comuns, particularmente amados por suas cores brilhantes. Esta espécie reproduz-se facilmente no cuidado humano, e isto ajuda a proteger as populações selvagens. Isto significa que não há necessidade de capturá-los da natureza para o comércio de animais de estimação, garantindo que os camaleões selvagens tenham uma população estável. De acordo com a Lista Vermelha da IUCN, esta espécie está na Preocupação Mínima.

Domesticação

Esta espécie reproduz-se facilmente em cativeiro, mas não foi domesticada de forma alguma. A reprodução seletiva não ocorreu em escala suficiente para conseguir domesticação.

O Camaleão Pantera faz um bom animal de estimação

Estes camaleões fazem bons animais de estimação quando são bem cuidados. São geralmente dóceis, mas o excesso de manipulação pode estressá-los. É importante supervisionar as crianças ao manusear qualquer criatura potencialmente frágil.

Panther Chameleon Care

O aspecto mais importante de manter estes camaleões é fornecer espaço vertical no seu recinto. Eles são arborícolas, e requerem muito espaço de escalada. É importante fornecer uma grande variedade de ramos, videiras e folhagem.

Requerem manutenção de temperatura, luz e umidade com base na direção do seu criador ou veterinário. Use variação na sua alimentação, pois podem comer uma série de insetos diferentes. Alguns itens comumente alimentados incluem grilos, bichos-da-seda, supervermeses, baratas, chifres e percevejos.

Comportamento do Camaleão Pantera

Camaleões Pantera são diurnos, o que significa que eles são mais ativos durante o dia. Eles passam seus dias procurando nas árvores, à procura de insetos. São arborícolas, o que significa que vivem nas árvores, e não no chão. Os machos são particularmente territoriais, e patrulham e protegem os seus territórios de outros machos. Os maiores machos têm os territórios mais produtivos, com uma grande variedade de fontes de alimento.

Reprodução do Camaleão Pantera

Estes camaleões podem reproduzir-se quando atingem os sete meses de idade. As fêmeas que transportam ovos assinalarão a sua falta de vontade de acasalar ao tornarem-se de cor escura, normalmente com riscas cor-de-laranja. Ela deposita entre cinco a oito ninhadas de ovos, mas geralmente não sobrevive mais de dois anos após a reprodução. Ela pode pôr várias dúzias de ovos em uma única ninhada e pode levar mais de sete meses para que esses ovos ecludam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Back to Top